Need for Speed: The Run

Em um anuncio via nota oficial, a EA apresenta o sucessor de Need For Speed: Hot Pursuit. Need for Speed: The Run seguirá os moldes de seu antecessor, ou seja, combinará a alta velocidade com a ação frenética de perseguições, sem se prender a simulação como na série Shift.

A diferença de The Run para os demais jogos da série, é que pela primeira vez na franquia, a história será situada em cidades reais. Assim, a corrida começa na cidade de São Francisco e sua icônica ponte Golden Gate Bridge, até chegar à Nova Iorque e o imponente Empire State Building.

A EA afirmou que o jogador percorrerá grande parte das terras norte-americanas atravessando o país de oeste a leste. No trajeto o carro cruzará fronteiras, desafiará o tráfego nas cidades, passará por montanhas de gelo e seguirá por desfiladeiros, sempre em alta velocidade.

Mantendo a tendência, o sistema de rede social Autolog estará de volta e, apesar de não dar detalhes, a EA prometeu melhorias.

Com motor gráfico Frostbite 2, da Dice, Need for Speed: The Run está sob responsabilidade do estúdio Black Box, que promete um visual incrível dos carros e dos cenários e um roteiro empolgante.

“Esse é o ano em que Need for Speed atingirá um novo patamar”, diz o produtor executivo Jason DeLong. “Acreditamos que The Run vai surpreender o público com sua intensa e envolvente história e sua alta dose de ação. Mas o jogo não seria nada se não contasse com carrões e suas perseguições frenéticas, então é isso que temos a oferecer, corridas explosivas em que o jogador terá de conviver com desastres a mais de 200 milhas por hora”.

O trailer mostra o desespero de um piloto preso ao carro após uma grave colisão.

Need for Speed: The Run chega em 15 de novembro para as plataformas: PlayStation 3, Xbox 360, PC, Nintendo Wii e Nintendo 3DS.